Download Relatório de Mat. de const. - Slump Test PDF

TitleRelatório de Mat. de const. - Slump Test
TagsPhysics Cement Humidity
File Size870.1 KB
Total Pages13
Table of Contents
                            RELATÓRIO
Barretos/ 2012
	1. Resumo
	2. Introdução
	3. Objetivo
	4. Materiais e Equipamentos
	5. Procedimento experimental
	5.1. Teste de Slump
	5.2. Moldagem dos corpos-de-prova
	Foram moldados no total 4 (quatro) corpos-de-prova, dois para cada massada de concreto usado no slump test;
	5.3. Ensaio de compressão
	Resultados obtidos
	Considerações finais
	Referências bibliográficas
                        
Document Text Contents
Page 12

Tabela 1 – Classificação das consistências do concreto

CONSISTÊNCIA ABATIMENTO

(mm)
Seca 0 a 20
Firme 20 a 50
Média 50 a 120
Mole 120 a 180
Fluída 180 a 250

(Elaboração: Andolfato, R.P., 2002)

Já no ensaio de compressão, ambos os corpos-de-prova romperam com 21.200

kgf. Calculando a quantidade de força por cm² obtemos a tensão de ruptura:

• Área ( =

• = 270,06 kgf/cm²

• Convertendo para MPa: 27 MPa

Considerações finais

Através dos resultados obtidos conclui-se que é necessária muita atenção na

dosagem do concreto, pois uma pequena variação nos componentes, principalmente a água,

pode causar grande alteração no resultado final (resistência), o que envolve a segurança da obra

e consequentemente a vida de várias pessoas.

Por isso, o engenheiro deve cercar-se de documentos que comprovem a

qualidade do concreto e, além disso, sempre que necessário ou caso note alguma alteração na

consistência do concreto, deve realizar testes. Preferindo-se pecar pelo excesso que pela falta de

cuidados.

Referências bibliográficas

ANDOLFATO, R. P.. Controle tecnológico básico do concreto. Relatório acadêmico – Núcleo de Ensino e

Pesquisa da Alvenaria Estrutura, UNESP, Ilha Solteira, 2002. Disponível em:

12

Similer Documents