Download Use Sua Mente PDF

TitleUse Sua Mente
TagsCreativity Mind Thought Cerebrum
File Size252.0 KB
Total Pages13
Document Text Contents
Page 1

Sucesso desde 1974. Data essa em que a BBC lançou uma série de televisão chamada ​Use Sua
Mente ​.

A série acabou virando livro de mesmo nome.

Virou best-seller mundial e foi, a partir desde ponto que Tony Buzan, o autor, passou a ser
conhecido no mundo todo.

Use Sua Mente ​ foi um dos primeiros livros que li sobre ​aprendizagem acelerada ​ e foi um marco
para mim.

É aquela história:

“ ​Porque eu não li esse livro antes!?​ ”

... pensava eu.

Caso queira aprender sobre aprender, esse é um bom livro para se começar.

Ele inicia falando sobre ​o cérebro e a sua extraordinária capacidade ​.

http://alexandreafonso.com.br/categoria/aprendizagem-acelerada/

Page 2

Aborda depois algumas habilidades, importantes para aprendermos melhor e mais rápido, que
são: ​memória e criatividade ​.

Mais para o final ele começa a falar sobre as ​ferramentas do aprendizado ​.

Hoje vou dar uma pitada dele misturado com a minha opinião e as sacadas que absorvi.

E a primeira lição que tirei dele e quero deixar aqui é:

"Lembre-se: todos nós começamos com níveis diferentes de habilidade de aprendizado e
progredimos no ritmo mais adequado a cada um." Livro Use Sua Mente

Sacada: Não é possível escolher o nível em que está hoje, mas você pode determinar o ritmo!



Nosso cérebro é como uma máquina de fazer associações.

A cada estimulo que recebemos ou a cada pensamento que temos nossa mente já está ao mesmo
tempo procurando associações a serem feitas.

Podemos tirar bastante proveito disso como iremos ver mais para frente.

No entanto, o livro cita que cientistas ainda não chegaram a catalogar nem 1% de como funciona
a mente humana.

Eu vejo isso como algo motivador visto que coisas extraordinárias já podem ser realizadas com o
que conhecemos.

A ciência moderna pode inclusive explicar um pouco da genialidade de pessoas que marcaram a
história como Einstein, Picasso, Beethoven e Leonardo Da Vinci...

Na verdade essa foi uma descoberta nem tão recente assim, em meados de 1970 ​Sperry ​ e
Ornstein ​ viram que os dois lados do córtex cerebral tinha funções diferentes.

Os dois cientistas perceberam que o lado esquerdo lidava mais com coisas lógicas como
palavras, listagens, números e etc..

O lado direito seria responsável pela imaginação, ritmo, cores, desvaneio, etc..

http://pt.wikipedia.org/wiki/Roger_Sperry
http://en.wikipedia.org/wiki/Robert_E._Ornstein

Page 6

Nesse ponto, principalmente pelo efeito primário e regência, o livro já nos deu a entender sobre
a importância que as pausas tem dentro do processo de estudos.

Pausas além de darem um tempo para o cérebro descansar, irão colocar mais pontos de início e
final em nossos estudos.

O importante é encontrar o ponto de equilíbrio entre nosso entendimento do conteúdo e nossa
memorização.

No geral o equilíbrio entre sessões de estudos e pausas seriam sessões durando entre 20 e 50
minutos e intervalos de 5 a 20.

Esses números são suficientes para assimilar boa quantidade de informação e, por outro lado,
dar um bom descanso para mente.

Sacada: não existe um tempo certo para pausas e intervalos. O jeito é testar e, principalmente, anotar
os resultados e as impressões do que funciona melhor para você.

Até aqui falamos sobre quais momentos são mais propícios para memorização, mas não podemos
esquecer também dos momentos propícios ao esquecimento.

Se não for feita uma revisão nas primeiras 24 horas, 80% do que foi estudado pode ser perdido.

Sacada: faça uma revisão, mesmo que oral, logo depois de estudar qualquer coisa ou depois de
assistir qualquer palestra. Ela ajuda a segurar a informação.

O autor nos mostra também um bom ​espaçamento para revisões ​ e principalmente como fazer
essas revisões. A priori ele cita a revisão em 4 momentos:


● em uma hora;
● um dia;
● uma semana; e
● um mês;


Sacada: para saber se precisa de mais ou menos revisões, tenha indicadores. A técnica da aula e fazer
exercícios são dois ótimos.

Com o que foi mostrado até aqui, já é possível dar um salto na vida de quem gosta de aprender.
E ele ainda continua com uma promessa empolgante.

Mostra como podemos fazer para, no mínimo, dobrar nossa memória. Ele fala sobre ​

​.


http://alexandreafonso.com.br/repeticao-espacada/

Page 7

Pelas incríveis coisas que pode ser feitas a partir delas, Buzan conta que essas técnicas já foram
consideradas meros truques, mas hoje não é bem assim.

Tudo começa com ​imaginação e associação ​. Essas duas coisas são a base.

Depois ainda temos elementos super importantes que podem e devem ser usados:


Sensibilidade;
Movimento;
Sexualidade;
Humor;
Números;
Simbolismo;
Cor;
Ordem;
Positividade;
Exagero;


... e que são explicados no livro.

É válido lembrar e o autor destaca isso, que esses são também elementos dos ​mapas mentais ​.

Tendo esses elementos em mente a pessoa já tem boas condições de começar a aprender sobre
as técnicas de memorização ensinadas no livro.

Para o bom uso de uma técnica de memorização você deve empregar todos esses elementos
juntamente com sua criatividade.

Inclusive, criatividade é o próximo assunto do livro... A criatividade e a memorização estão mais
juntas do que podemos pensar.

Bem como é da memória, um grande elemento impulsionador da criatividade é a imaginação.

Criatividade é um assunto que gosto cada vez mais e o livro dá boas dicas para quem quer
começar no assunto.

Para elevar a nossa criatividade é preciso colocar energia e sair dessa maneira meio preza que
temos de pensar.

Um exercício legal é encontrar conexões entre duas coisas aleatórias e, a princípio, totalmente
desconexas.

E se insistir um pouco com isso, vai ver que a afirmação do gênio Leonardo Da Vinci está certa:

http://alexandreafonso.com.br/mapas-mentais/

Page 12

Esse é um método criado pelo autor que mostra como fazer para ler, compreender e não
esquecer o que estudou.

Ele é dividido em duas partes:


● Preparação; e
● Aplicação;


A ​preparação ​, por sua vez, é dividida em algumas subpartes:


● navegação;
● tempo e quantidade;
● anotações em cinco minutos;
● fazer perguntas e definir objetivos;


Já as partes da ​aplicação ​ são:


● visualização geral;
● pré-visualização;
● visualização interna;
● revisão;


Infelizmente não dá para detalhar cada um desses pontos aqui na resenha. Até porque o livro
inteiro parece ter sido escrito para dar suporte a esses passos.

Ou seja, além de ter um capítulo só para falar do método TEOB, o mesmo precisa das
ferramentas explicadas por todo o livro para que o estudante tire máxima eficiência dele.

Futuramente eu quero dedicar um artigo somente sobre o TEOB.

Inclusive quero convidar você para se inscrever aqui no blog para receber o próximos artigos
dicas e atualizações. É só se cadastrar em:

http://alexandreafonso.com.br/cadastro/




Falei, aqui na resenha, dos pontos que achei importante destacar.


http://alexandreafonso.com.br/cadastro/

Page 13

Segui a ordem do livro e por isso comecei mostrando a visão do mesmo sobre o funcionamento
do cérebro.

Após isso fomos para a parte que diz sobre memória e criatividade. Duas habilidades super
importantes do estudante.

Terminamos falando das várias ferramentas de estudo e do método TEOB para quem deseja
estudar, aprender e não esquecer.

Com certeza é uma leitura que recomendo e acredito que pode acrescentar bastante na vida de
quem dispõe a isso. É um livro completo sobre aprendizagem acelerada.

Já encerrando, gostaria de fazer um pedido a você... Se tiver gostado, compartilhe esse artigo
aqui nas suas redes sociais para que seus amigos também saibam o que é aprendizagem
acelerada:

http://alexandreafonso.com.br/use-sua-mente-resenha/

Caso queira todos os detalhes do livro Use Sua Mente você pode adquirir ele no site da amazon.

Abraço e até uma próxima.

http://alexandreafonso.com.br/use-sua-mente-resenha/
http://amzn.to/2aZNOMs
http://amzn.to/2aZNOMs

Similer Documents